quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Review de LotS 2x05 "Wizard"


Zedd é vítima de um misterioso feitiço que tira suas memórias e sua velhice, convencendo o feiticeiro erroneamente de que ele tem que substituir Richard com um novo Seeker.

Já faz algum tempo que eu estava torcendo por um episódio filler na segunda temporada de “Legend of the Seeker” para dar uma amenizada na história, e eis que finalmente ele aconteceu. Mas não da forma que eu esperava. Wizard foi um episódio muito, mas muito fraquinho mesmo. O roteirista Stephen Tolkin (que dança entre episódios excelentes como Listener e Mirror, e verdadeiras bombas como Home) teve em mãos uma idéia brilhante (mostrar Zedd em versão jovem) e tudo para entregar um episódio maravilhoso, mas escreveu um roteiro ruim, pecando no desenvolvimento dos personagens e cometendo diversos furos e algumas cenas mais do que ridículas. O episódio começou bem, mas desandou a partir do momento em que Zedd ficou jovem – ou seja, quando ele deveria ter ficado realmente interessante. Outro detalhe digno de nota (e que muitos fãs estão reclamando) é o fato de Kahlan vir perdendo seu brilho a cada episódio, enquanto Cara vai ganhando mais destaque, conquistando o público pelo seu jeitão badass e irresponsável – enquanto Kahlan é muito certinha e não confessa mais ninguém já faz algum tempo. Aliás, ela teve várias chances para fazer isso no decorrer desse episódio, mas o roteiro errou também nesse ponto. Talvez os únicos acertos tenham ficado mesmo com a parte técnica, desde as roupas dos personagens até os efeitos simples, porém bem bolados, e a fotografia praticamente perfeita; e também pela atuação de Gabriel Mann (Zedd jovem), que, mesmo sendo idêntico ao Zedd velho, foi prejudicado pelas falas genéricas e repetitivas e pela direção fraca.
Ponto alto: Todas as cenas com Cara foram ótimas, especialmente quando ela usa o poder de Zedd contra ele mesmo, e quando ela luta ao mesmo tempo em que puxa Shota pelos cabelos. É por essas e outras que ela está fazendo tanto sucesso. Outra cena muito boa foi quando Richard perde sua espada magicamente, mas continua lutando, mesmo sem armas.
Ponto baixo: O roteiro foi ruim, o jovem Zedd é ainda mais chato que Annabelle, mas nada foi tão absurdamente absurdo quanto a saída de Richard e Zedd da fenda que dava no Submundo. Os dois deram de cara com Darken Rahl, mas conseguiram escapar como se o tirano nem estivesse ali. E, por incrível que pareça, há uma explicação para o fato: tudo não passou de um grande furo do roteiro!

Nota: 7 (sendo muito, mas muito bonzinho...)

3 comentários:

disse...

Ah Caio vc. foi muito cruel. Brincadeirinha.......

Não sei se é porque eu sou muito fã mesmo ou é porque sempre vejo o episódio sem exigir muito, so pelo prazer de assistir, que talvez eu deixe passar alguns detalhes. Mas acho que é porque sou louca por LotS mesmo,que vou sempre procurar justificar as críticas.

Por exemplo. Com relação ao submundo, o Rahl não poderia fazer mal nem ao Zed nem ao Richard, porque ele é espírito. E eles não estavam mortos. Isso é bem explicado no livro. O que ele podia era fechar a fenda como ele tentou. So que o Richard encontrou outro caminho. Acho que ele pegou um atalho, porque quando a fenda tava fechando, a Kahlan ta olhando pro lado que ele entrou e ele aparece por outro lado. Essa é minha dedução.

E so pra completar, não posso deixar de dizer que adorei a Cara. Ela fez tudo que eu gostaria de ter feito com a bruxa da Shota. Oh criatura desprezível. Onde ja se viu tirar a espada do Richard em plena batalha!!!! Ta louca????
E detestei o Zed jovem. Mas como ele mesmo disse depois pro Richard, nem todos estam preparados para lidar com o poder.

Mas devo concordar que eles deveriam ter feito essa passagem pelo submundo de uma outra forma, digamos com mais detalhes e sem tanta pressa na travessia.

É isso aí. Tirando essas bobagens, no geral gostei do episódio. Pricipalmente da atuação do Richard e da Cara.

Caio disse...

É justamente por ser tão fã da série que eu não consigo aceitar certas coisas, Zê.

E eu entendi o lance do Darken Rahl ser um espírito e não poder tocá-los, mas ainda assim a saída deles do submundo foi muito mal feita.

E o ator que fez o Richard velho tbm merece destaque, pois é muito parecido mesmo com o Craig. O elenco desse episódio foi mais do que acertado...

tiagocoelho7 disse...

Eu achei esse episódio um dos melhores que a 2º temporada teve (fora alguns furos como o da saída do submundo). O Zedd mais novo é extremamente poderoso, e como não se lembra de nada, usa seu poder como bem quer, eu acho que o episódio merecia uns 9 no mínimo...