terça-feira, 12 de maio de 2009

Review de LotS 1x20 "Sanctuary"


O Seeker está em uma corrida desesperada com o terrível Darken Rahl para descobrir um antigo manuscrito que, se achado a tempo, pode revelar como derrotar o cruel tirano de uma vez por todas, e salvar o mundo da destruição total.

Sanctuary foi um episódio mediano. Houveram algumas escorregadas no roteiro, mas, em compensação, fomos brindados com a ótima trama das pinturas mágicas, além do retorno de Darken Rahl (a cena em que ele quebra o pescoço do cara é ótima). O episódio também acertou na parte técnica, principalmente nos efeitos visuais e na trilha sonora, que continua impecável. O retorno do Livro das Sombras também foi um dos pontos altos, e serviu muito bem para abrir várias brechas para os dois episódios finais.
Ponto alto: A cena em que Rahl coloca fogo na pintura onde Richard e co. estão presos foi ótima. Os efeitos de fogo foram excelentes, apesar de eu não ter gostado muito da morte de James. Era um personagem que ainda tinha tanto a oferecer...
Ponto baixo: Como assim Livia fica sem o filho três dias, e quando o reencontra, é numa cena tão “água-com-açúcar”? Sei lá, acho que ela poderia ao menos ter chorado. Tudo bem que foi um pequeno detalhe, mas que, se juntado a outros detalhes, poderia ter detonado o episódio.

Nota: 9

2 comentários:

disse...

Foi episódio legalzinho. Não sei se é porque o James da série ficou tão diferente do livro, que eu meio que não engolí muito esse outro não. Achei ele meio...sei lá. E pela promo mostrada eu achava que ia ter mais ação, ja que o Rahl ia ta presente. Mas tudo bem. Vamos deixar as emoções fortes para os dois últimos.
E a Kahlan bem atiradinha, dizendo pro Richard que seria bom se eles pudessem ir de vez enquando pra aquele lugar sem magia....hummm!

Caio disse...

Ufa, não foi só eu que pensei maldade, não...