sexta-feira, 21 de maio de 2010

Review de LotS 2x20 "Eternity"


Richard e Kahlan descobrem que a Pedra de Lágrimas está em uma terra mágica da qual eles não podem partir, enquanto uma reunião surpresa atrai Cara e Zedd para um confronto mortal.

A segunda temporada de “Legend of the Seeker” chega a sua reta final com um dos melhores episódios da série. LotS continua surpreendendo a cada semana, e, dessa vez, o faz com drama e tensão na medida certa, e Eternity muito me lembrou o angustiante Denna, da primeira temporada. Para começar, tivemos a explosiva revelação de que Cara teve um filho com Darken Rahl – apesar de tudo logo ter se mostrado uma armação do vilão para atrair a Mord’Sith para uma armadilha. A propósito, qual é a série de TV atual que tem a coragem de fazer uma insinuação de sexo lésbico? Foi a primeira vez que eu vi um romance gay que realmente funcionou e não soou nem um pouco forçado. Palmas para os produtores, que tiveram a crueza de mostrar algo tão condenado na mídia, ainda por cima em um programa considerado “família”, e também para as atrizes Tabrett Bethell (Cara) e Laura Brent (Dahlia), que atuaram super bem e mostraram que um casal gay pode sim funcionar bem. Clap! Clap! Clap!
Voltando ao episódio, finalmente Richard e Kahlan encontraram a Pedra de Lágrimas. A história dos dois no lugar de onde não podiam sair foi ótima e tensa na medida certa, principalmente quando Kahlan caiu da muralha. Eita que os roteiristas quase me mataram do coração! Outro destaque do episódio foram as cenas em que Darken Rahl torturou Cara para levá-la de volta ao lado do Mal. A coitadinha resistiu o quando pôde, mas eu já sabia que ela não iria conseguir. E eu fiquei super desconfiado daquela ceninha dela para sair do palácio, foi tudo tão fácil... Confesso que me deu um aperto no coração vê-la enganando o Zedd, mas é melhor a Cara malvada do que a Cara boazinha do episódio passado...
Enfim, a segunda temporada está quase acabando, e LotS já começa a deixar saudades! Vale lembrar que até agora não houve um pronunciamento oficial da ABC sobre o cancelamento ou não da série, mas, caso ele seja confirmado, só posso dizer que foi o maior erro de todos os tempos. E episódios tão bons quanto Eternity estão aí para mostrar isso...

Nota: 9,7

PS: Cadê o Renn? Deixaram a maior ponta solta no final de Extinction e simplesmente esqueceram dele?

6 comentários:

Djeine disse...

Episódio tremendo, nota justa e review a altura de Lots. Concordo com tudo que foi dito e realmente eu tive que dar uma parada no meio e correr pra meu irmão pra comentar a emoção até o momento, pois foi uma coisa mais louca que a outra e bem tipo do livro, divide-se os personagens e vai contando as histórias intercaladas. Mas do que nunca Bridget Reagan tem interpretado a Kahlan muito parecida com o livro e a Cara então, nem se fala. Cancelamento será um belo tiro neles mesmos, pra gente vai ficar uma baita saudade,agora eles fizeram um péssimo negócio e logo vão ver a besteira. Só de ver o que eles vão apresentar na grade não tem nada que vai durar. Save our Seeker

Natyara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natyara disse...

Ótima resenha do episódio! Foi um dos melhores da série!
Mas só para conctar, em relação ao sexo gay, muitas séries já tiveram isso em aberto.
O maior exemplo é "Skins", uma série juvenil produzida na Inglaterra. Durante a quarta temporada desta série, foi abordada a situação de duas garotas que tinham conflito com sua sexualidade. As cenas foram muito mais explícitas que a insinuação de sexo entre Cara e Dahlia.
Enfim, lamento muito o cancelamento desta maravilhosa série. Muito mesmo. Foi a única que realmente arrebatou meu coração desde o primeiro capítulo... Mas eu não quero perder a esperança de uma futura renovação... Quem sabe né? O movimento Save Our Seeker está tão forte!
E como eu disse lá no Twitter:
Depois de hoje à noite, eu passarei a contar o tempo da seguinte forma: a.S./d.S. = antes do Seeker / depois do Seeker.
hehe

Beijos para vocês! ;**

@Natyara_NH

Poeta Vagabundo disse...

Caramba, episódio perfeito. Finalmente a segunda temporada tá mostrando tudo o que pode.

mindjean disse...

O Renn foi deixado com a irmã da Kahlan.

Deachet disse...

Sou um recente fã de LotS e adoro a série, a culpa disso é praticamente do Sam Raimi, também sou fã de Xena, e por isso conheci LotS.

Como sou exigente, achar pontas soltas é fácil, porém o desaparecimento de Renn no episódio seguinte não é nada muito crítico.
A maior de todas as pontas soltas que vi até agora foi no episódio 07 da segunda temporada, Ressurection:

Aos 25 minutos Denna atinge Richerd no ponto mortal para um agiel.
Aos 26 minutos Cara diz a Kahlan que a magia de seus agiels não funciona e Zedd confirma a ligação dessa magia com o lorde Rahl (em outros episódios fica clara a ligação da linhagem Rahl com a magia dos agiels independente de qual seja a geração de Rahls).
O fato é comprovado com a morte de Richard pelas mãos de Denna.
Porém...
Mais a frente, no episódio 17, Vengeance, ficamos sabendo que Panis Rahl não estava morto.

Taí o furo. O agiel não poderia deixar de funcionar uma vez que Panis continuava vivo.